Filmes · Livros · Resenha de Filmes · Resenhas de Livros

Doador de Memórias, FILME X LIVRO

Oi gente!

Eu nunca pensei que iria achar adaptação cinematográfica melhor que o livro, mas foi isso que aconteceu com O Doador de Memórias escrito por Lois Lowry em 1993. Assisti o filme primeiro e fiquei encantada, eu não choro fácil e a adaptação fez meus olhos se encherem de lágrimas. É inevitável que depois de assistir um filme tão bom eu logo corri para adquirir o livro, explorar mais esse mundo fantástico e me apaixonar mais ainda pela história… Infelizmente não foi o que aconteceu, o livro foi uma total decepção e não me acrescentou em nada.

aa 075

No mundo de O Doador de Memórias não existe música, as pessoas não tem acesso aos livros, não existem emoções (como o amor ou o ódio), parece horrível não é? Mas esta é considerada a sociedade perfeita: sem dor, sem sofrimento, pobreza, criminalidade, medo, fome, divorcio, ou seja, não existe nada ruim. As pessoas não contam anos de vida e sim fases que vai da 1º até a 12º representando até os 12 anos de vida, nesses doze anos as pessoas aprendem a controlar seus sentimentos. Aos 12 a pessoa ganha uma Atribuição, o emprego no qual vai passar o resto de sua vida, os Anciões que controlam toda a sociedade observam cada pessoa durante esses doze anos escolhendo o emprego ideal para esta pessoa.

Jonas completa 12 anos e recebe a Atribuição de Recebedor de Memórias, tendo o dever de guardar todas as lembranças do mundo e passa a saber o que são as verdadeiras emoções. Desenvolvendo um forte laço com o Doador de Memórias, que é o que repassa todas as lembranças para ele, passa a se questionar se realmente vale a pena aquele mundo perfeito.

O livro não é ruim, a escrita é muito boa e leve, nada cansativo, o ritmo também é bom, apesar de não ser um livro que tenha muita ação, a autora não enrola em nenhuma parte. O final desse livro é péssimo, só quem leu para saber do que falo, ficou parecendo que no desenvolvimento do livro a autora parou de escrever. Descobri que tinha continuação e senti um alivio por saber que aquele não seria o final, mas logo vi que o segundo livro não prossegue com a história de Jonas.

Não achei nada tocante, pelo contrário, a narrativa é gostosa para se ler, mas não me acrescentou em nada. Um dos fatores que me fez não gostar tanto do livro foi minha expectativa que estava muito alta.

Ficha Técnica

Titulo: O Doador de Memórias

Autor(a): Lois Lowry

Editora: Arqueiro

Páginas: 190

Estrelas: 3

Assisti o filme umas 4 vezes e ainda fiz minha mãe e irmã assistirem. Na minha opinião o filme conseguiu transmitir o que o livro não conseguiu tanto assim, a ideia de que é necessário o amor e de que apesar de toda a guerra, dor, pobreza e sofrimento as emoções trazem a pessoa a humanidade superando e enfrentando os problemas. Geralmente não choro com filmes e livros, mas este conseguiu encher meu olho de lágrima, pois passa uma mensagem muito bonita. No filme os personagens são mais velhos, o que foi muito bom pois deixou o filme aparentemente mais sério.

Muitas pessoas não gostaram do final do filme, mas eu fiquei bastante satisfeita. O único ponto negativo é o Doador que no livro é muito mais aberto e receptor com Jonas do que no filme, mas mesmo assim conseguiu passar todo o sofrimento dele por guardar todas essa lembranças sem poder partilha-las.

Ficha Técnica

Nome: O Doador de Memórias (The Giver)

Direção: Phillip Noyce

Duração: 97 min

Genêro: Ficção Cientifica e Drama

Nota: 10

Anúncios

2 comentários em “Doador de Memórias, FILME X LIVRO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s